Notícias da indústria

Inversor solar e seu princípio de funcionamento

2020-04-25
Um inversor solar pode ser definido como um conversor elétrico que converte a saída irregular de corrente contínua (DC) de um painel solar em CA (corrente alternada). Essa corrente pode ser usada para diferentes aplicações, por exemplo, em uma grade viável ou em uma grade fora da grade. Nos sistemas fotovoltaicos, esse é um componente perigoso do BOS (equilíbrio do sistema), que permite o uso de equipamentos de fonte de alimentação CA convencionais. Esses inversores têm certas funções de matrizes fotovoltaicas, como rastrear o PowerPoint e a proteção anti-ilha em grande medida. Se usarmos sistemas de energia solar em casa, a seleção e instalação de inversores são muito importantes. Portanto, o inversor é um dispositivo indispensável no sistema de geração de energia solar.

O princípio de funcionamento de um inversor solar é usar a energia de uma fonte de energia CC (como um painel solar) e convertê-la em energia CA. A potência gerada varia de 250 V a 600V. Este processo de conversão pode ser realizado por um grupo de IGBTs (transistores bipolares de porta isolada). Quando esses dispositivos de estado sólido são conectados na forma de uma ponte H, oscilarão de CC para CA.

Um transformador de expansão é usado para que a energia CA possa ser capturada e alimentada na rede. Comparados aos inversores com transformadores, alguns projetistas começaram a projetar inversores sem transformadores, que apresentam maior eficiência.


Em qualquer sistema de inversor solar, um microcontrolador pré-programado é usado para executar com precisão diferentes algoritmos. O controlador usa o algoritmo MPPT (Maximum Power Point Tracking) para aumentar a potência de saída do painel solar.